CRIADO (ABRIL/2009) PARA INDICAR VÍDEOS DE E PARA EDUCADORES, ALÉM DE SUGERIR DIVERSOS RECURSOS TECNOLÓGICOS COM FINS EDUCACIONAIS.
Imagens: 3 filmes indicados aos educadores: A Cor do Paraíso e Filhos do Paraíso, de Majid Majidi (Irã) e Cinema Paradiso, de Giuseppe Tornattore (Itália).

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Música, educação e sociedade


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=34ZtT4Th9Ys


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=zQ5Grncdjlc

Educar (sejamos pais ou professores), requer sensibilidade, além de didática, metodologia, estrutura e ensino (se no segundo caso...).
Afinal, como digo aos amigos, educadores todos somos, com a nossa "pedagogia do exemplo", seguido por alunos e filhos, que replicam-nos, a nossa imagem e semelhança...
O primeiro vídeoclip (de cima para baixo), chamado Viorar Vel Til Loftarasa, da banda islandesa Sigur Rós(Rosa da Vitória, que se pronuncia: si ur rous), une música e sociedade, numa mensagem educativa contra o preconceito.
Com uma bela fotografia, belíssimo arranjo e a força das imagens, que falam por si só, ainda que não compreendamos o idioma, a história contada nos cativa e emociona, pois todos nós, de uma forma ou de outra, somos vítimas do precoceito e/ou discriminação, seja em casa, no trabalho, na sociedade (por sermos altos ou baixos, magros ou gordos, ricos ou pobres, por conta da religião, cor da pele, vestuário etc). Na escola, o preconceito, o desconhecimento, a discriminação (se não abordados de forma adequada) geram o chamado bullying, tão nocivo ao convívio social.
Descobri a banda Sigur Rós (atualmente, uma de minhas preferidas), por acaso, através de indicações no twitter ( @vanluchi e @bia_martinss ). Logo, passei a indicá-la para os que me seguiam, e também indiquei-a aqui no Educa Tube, em algumas postagens, por conta das canções, que chamo de "lindamente tristes e tristemente lindas", e que trazem sempre um belíssimo arranjo, aliado a força das imagens de seus videoclips, até mesmo quando os mesmos não são produzidos pela banda, como no caso da bela Andvari, em duas versões: a produzida por um pai (Scott Sanders), com as imagens da filha ( Andvari ) e a produzida por um fã, com barquinhos de plástico em uma banheira d'água ( Andvari ), com direção de Luciano Rubio e câmera de Gabriela O'Ryan (Belíssimo clip!!!).

No segundo vídeo, intitulado Svefn-g-englar, conta com a participação de uma companhia de teatro composta por atores com Síndrome de Down, que dançam ao som da etérea canção, levando-nos para um mundo de magia e encantamento.

Foi com grata satisfação que, a partir de minhas indicações da Sigur Rós, nos blos e twitter, vi outras pessoas indicando as canções, e no caso da coleg'amiga Elis Zampieri, educadora de Curitibanos, e editora do blog Sobre Educação, não somente repassar a sugestão, mas trabalhar os videoclips (os dois acima) dentro de um contexto educacional e social, conforme links abaixo:

Vamos falar de preconceito? Por Elis Zampieri

Sigur ros - Svefn-g-englar, no Sobre Educação

Como escreveu Elis, em seu blog, a respeito dos videos: "é um termômetro pra mensurar nosso preconceito e um bom recurso para ser explorado em sala de aula".

Concordo plenamente, pois temas como preconceito, uso de drogas, sexualidade, bullying e outros mais podem ser tratados com o alunado, a partir de um meio que eles dominam e adoram, que é justamente a música, os videoclipes e a dança. Trabalhar com a sensibilidade musical e social de jovens e adultos é estabelecer um diálogo com a própria sociedade, através da educação.

Abaixo, outras postagens sobre a banda Sigur Rós, feitas pelo Educa Tube:

Sigur Rós - Grósóli

Sigur Rós: Rosa da Vitória

Música e educação: Sigur Rós - Samskeyti e Ára Bátur

Acompanhem a banda no mundo virtual, através do link abaixo:

Sigur Rós no MySpace Music

Nenhum comentário:

Postar um comentário